Casamento

Peço desculpa por ter estado tantos meses sem escrever nada.

Hoje, já de volta ao cantinho, onde comecei as minhas aventuras por estas andanças, vou-vos contar como foi o meu casamento.

Em Julho do ano passado, decidi que queria casar-me com a minha namorada, a Katerina. Eu não gosto de compromissos a menos que seja algo que queira muito, portanto muitos dos meus amigos estranharam e perguntaram-me como é que isto aconteceu, qual foi o clique que deu na minha cabeça, etc.

A resposta é simples.., ao fim de alguns anos a namorar e a morar com a Katerina senti que podia passar o resto da minha vida com ela, que nos entendíamos bem, amamos um ao outro e que conseguimos dialogar sobre praticamente tudo.

Foi então que comprei o anel de noivado e enquanto estávamos numa ilha Grega, aproveitei o pôr-do-sol na marina para me ajoelhar e fazer o pedido.

Ela disse que sim e decidimos casar um ano depois.

Eu não tinha grandes expectativas em relação à cerimónia, porque achava que o que era realmente importante era o que nós sentíamos e a dedicação que tínhamos para com o outro. No entanto, para Katerina era importante que fosse um dia muito especial que lembrasse um conto de fadas. Então, como era lógico, deixei a Katerina tratar da maior parte dos detalhes!

Ela passou meses a planear o casamento e há imensos detalhes como a quinta, a comida, o fotografo, o videografo, a igreja, o coro, o padre, a cerimónia, curso pré-matrimónio, a decoração, a florista, os convites, o fato, o vestido, etc.

Se quiserem fazer algo com mais de 100 pessoas, recomendo que comecem no mínimo dos mínimos a tratar disso um ano antes, que senão é muito stressante!

Acho que a Katerina está mais qualificada do que eu para descrever o processo por que passámos, mas quero-vos falar sobre o curso pré-matrimonial:

Nós não somos particularmente religiosos, mas uns amigos nossos que também não o são recomendaram fazer este curso, pelo que decidimos fazê-lo.
Durante o curso, o padre fala-nos sobre o matrimónio, a presença de Deus no casamento, etc e também há alguns casais mais velhos a partilhar a experiência deles. Depois os casais mais novos falam sobre as suas vidas e quais são as suas expectativas para esta nova etapa.
Chocou-nos um pouco ver que estavam lá vários casais que achavam que o casamento e o que vem com ele ia resolver os problemas na relação deles...

Nós já morávamos juntos há alguns anos, já tivemos os nossos desentendimentos e aos poucos fomos aprendendo o que podemos esperar um do outro e vivemos felizes assim! Queríamos-nos casar por aquilo que já tínhamos e que queríamos continuar a fazer juntos. Esta relação é muito especial para nós e queríamos celebrá-la com as pessoas que mais gostávamos e de certa forma oficializar o começo da nossa família.

O dia do casamento em si foi..., o melhor dia das nossas vidas até à data. Isto é muito cliché e eu não sou de dizer muito este tipo de coisas, mas foi mesmo!
Basicamente estavam lá a maior parte das pessoas que mais gostamos, a nossa família, amigos e colegas de trabalho para partilhar este dia connosco.

Eu lembro-me que sempre que olhava para o relógio já tinham passado mais duas horas, eram duas horas onde estava com pessoas que gosto muito a conversar e a tentar dar atenção a todos. Passou muito muito rápido!
Isto foi um pouco resumido, mas a Katerina é melhor do que eu a contar detalhes e quando somos uma equipa, deixamos a outra pessoa fazer o que faz melhor :P

De resto, quem joga Poker, já deve ter ouvido falar do épico confronto entre o Carlos Branco e o Ike Haxton ao final da noite: estavam a jogar um jogo de pedra-papel-tesoura onde o derrotado tinha que beber. Digamos que acabaram os dois bastante felizes a cantar o hino do Benfica...

Eu sei que houve algumas mudanças na PokerStars recentemente e não estou a ignorá-las, mas não queria deixar de partilhar este importante marco na minha vida com vocês primeiro. O próximo post será sobre essas mudanças.

Até breve!

------
Venham também jogar comigo no meu HomeGame
Antes de comentarem no blog, por favor leiam o F.A.Q., que podem lá encontrar as respostas às perguntas que tiverem

Elite ou Busto – Dia 4

De manhã acordei (felizmente!) e comecei o dia por escrever o post sobre o dia anterior.

Depois fui estudar um pouco e quando abri o HM vi que tinha 242 mãos marcadas para rever dos últimos dias! (ouch!)

hm3105

Desde que descobri que dá para configurar o F9 (opções do HUD no HM2) para marcar uma mão, que provavelmente marco mais mãos do que devo ahah.

De qualquer modo, revi 40 e encontrei uma interessante:

foldQQ

Estamos na bolha de um satélite que paga o mesmo ao top2 e temos QQ com 5 Big Blinds.

3ª melhor mão do poker e estamos shorts!

O botão foi all-in e eu fiz fold...

analiseqq

O que acontece aqui é que contra o range do botão que é bastante carregado em Ax e Kx vamos ter 70.8% de equity. Se fechássemos a acção, 70.8% de equity seria o suficiente para dar call com uma configuração de stacks semelhantes, mas neste caso não fechamos e quando damos call, o Big Blind vai fazer fold na maior parte das vezes e também perdemos todos aqueles spots em que o Botão vai all-in contra o Big Blind e ganhamos o torneio uma percentagem razoável de vezes sem termos que meter fichas.

Outra condicionante é que na próxima jogada temos o botão, então devemos arriscar um pouco menos na small blind, já que temos uma situação muito rentável na jogada seguinte :)

Vamos agora aos pontos:

vpps3105

Acabei o dia com 5.5K VPPs e deu para renovar o estatuto por mais um mês.

Os jogos em si estavam brutalmente bons, a maior parte com 2-3 jogadores maus, mas correu bastante mal.

grafico3105

 

Que aconteceu?

Tenho estado a jogar nos meus limites físicos e à medida que as coisas vão correndo pior, começo a jogar pior pois vou ficando mais desgastado em cada badbeat, em cada cooler, etc . Ontem foi aquele dia em que naquelas situações onde os adversários dão call 1x em 40, estavam nessa vez, em que os ases não ganhavam e cheguei a perder uma mão que tinha 97.5% de equity!

A banca ficou nos $11.1K.

Eu podia continuar com isto, mas a situação é que não vou conseguir jogar o meu A-Game nos próximos dias e teria que jogar nos próximos dias para fazer os pontos necessários. Depois vou tirar umas férias a meio do mês e mal voltasse teria que meter bastante volume. No próximo mês caso-me e com a lua de mel, etc vou ter só 2 semanas para jogar, onde acho que jogar 8 horas por dia não chega para fazer os pontos...

Basicamente teria que continuar a grindar grindar grindar pressionado, sem ter muito tempo para me preocupar em corrigir falhas no meu jogo. Depois supondo que isto corre bem, chego a Agosto com 300k vpps no ano e tenho 5 meses para fazer 700k VPPs em que provavelmente vou ter que jogar maioritariamente mid-stakes.

Acho que estou a investir muito de mim para ganhar pouco e da forma como estou actualmente cansado, existe uma probabilidade alta de perder uma boa percentagem da banca, do meu tempo e da minha banca emocional nas próximas semanas a forçar o grind.

Eu não gosto de queimar dinheiro, não gosto de não conseguir dar o meu melhor e não gosto de jogar por obrigação, então vou parar por aqui este grind, descansar Junho, viver ao máximo Julho, que depois em Agosto mais descansado decido o que vou fazer.

De qualquer modo, gostei bastante da experiência de voltar a escrever regularmente para os meus seguidores e o feedback, a energia que recebi, etc foi fantástica!

Obrigado a todos os que seguiram esta mini-série de 5 posts!

Elite ou Busto – Dia 3

Como tinha ficado a jogar até às 2 da manhã na Sexta-feira, ontem acordei um pouco tarde e a manhã só deu mesmo para escrever o post. Eu prefiro escrever logo quando acordo, que assim ainda tenho tudo mais ou menos fresco e ao "descarregar" o que tenho na cabeça, fico com espaço para coisas novas :P

Depois de terminar o post fui ao mercado, que já não tinha muita fruta em casa e penso que fecha às 14h.

Quando voltei, almocei e depois os jogos estavam bons, pelo que acabei por saltar logo para as mesas e não estudei nada ontem.

Nos últimos dias tenho-me esquecido de fazer un-register de alguns torneios após ganhar entradas e tenho jogado tipo um torneio por dia. Isto pode não parecer muito relevante, mas a realidade é que acabo por não conseguir jogar o meu A-Game nem no torneio nem nos hypers enquanto jogo ambos em simultâneo, porque o tempo das decisões é muito diferente e afecta-me imenso os meus intervalos. Como eu sei que abrir os torneios por engano tem este impacto na minha rentabilidade e ando bastante cansado, ainda por cima acabo por ficar irritado comigo próprio por me ter esquecido e acaba por ser um desgaste extra. Isto faz com que nos hypers jogue o meu B-Game ou o meu C-game, especialmente quando estou mais cansado e nos mtts também faça muitos erros desnecessários e em alguns casos desadequados para o meu nível de conhecimento do formato.

De qualquer modo, ontem joguei o $215 Weekly 6-max e acabei em 21º. Perdi num JTo vs AQo, Blind vs Blind 12BB deep. Nada de muito interessante na jogada final.

mtt3005

O gráfico do dia parece que acompanhou a minha reserva de energia mental e acabei o dia even, com a banca ainda nos $16.9K.

grafico3005

Terminei a sessão à 1 da manhã em vez de ser às 2 como tenho feito nos outros dias, porque havia pouca acção e achei que entre estar a fazer 4-tabling e deitar-me mais cedo, a melhor decisão era claramente dormir! :P

A nível de pontos somei cerca de 4.5k vpps.

Estes dias break-even não são maus, que sempre dá para somar uns VPPs e fico com mais informação sobre os adversários. Cada vez valorizo mais a informação que vou ganhando à medida que jogo e me permite tomar decisões com maior precisão!

vpps3005

Ficam a faltar cerca de 4.6K VPPs para o último dia do mês.

É só mais um dia para fechar o mês e vou tentar não ficar muito afectado quando o inevitável acontecer e aparecer um mtt no meio dos hypers! :P