Em Janeiro não escrevi nenhum post, já que não tinha nada para escrever e estive sempre bastante ocupado. Resumindo, passei bastantes horas a jogar poker e devo dizer que começou por ser bastante difícil voltar a jogar poker, já que a minha capacidade de concentração estava algo deteriorada depois de ter passado os ultimos meses do ano passado a viajar para jogar magic. Comecei por jogar torneios de buy-in (inscrição) $3,4 e fui subindo lentamente para $6,5 e agora ando a jogar os de $16, mas sempre com a regra de não jogar um determinado nível se não tiver 100 Buy-ins na minha banca de Poker. nos $6,5 acabei com um ROI (Lucro/Investimento) de cerca de 25% ao fim de um sample bastante razoavel, mas nos de $16 ainda tenho muito trabalho pela frente, já que ao fim de cerca de 1000 estou breaking even. Em termos de planos a curto prazo pretend, o estar a lucrar neste nível até ao final de Fevereiro. Tirando o poker, tenho ido regularmente ao ginásio e perdi cerca de 5KG em Janeiro com uma dieta relativamente saudavel, o que penso ser um resultado bastante satisfatório. Porém conclui esta semana que fiz mal em cortar no café e que sou viciado em café, pois ao fim de umas 3-4 semanas sem tomar café sinto-me algo deprimido, mas vá, é um problema com solução fácil... tomar uns cafés por semana :P

Kuala Lumpur...
Como tenho direito a uma viagem grátis por ano para um torneio de magic, decidi vir a Kuala Lumpur passar uma semana de férias, já que também me pagam $1250 para vir, o que dá para as despesas de hotel etc etc. Deu para passear bastante, fazer as minhas compras e a cima de tudo relaxar. Fui no sábado ao torneio fazer um draft, onde obtive o medíocre resultado de 0-3 e levou-me a uma reflexão sobre o meu actual nível de magic...
Na primeira ronda o meu oponente jogou horrivelmente mal, mas teve bastante sorte e acabou por ganhar ar onda. Na segunda ronda o meu oponente disse-me que nunca tinha jogado um jogo tão interessante de magic e que teve sorte. Na terceira ronda... que foi feature match o titulo é "Better Lucky Than Good" e o meu oponente que estava também com duas derrotas disse que o meu deck era melhor que os decks para que perdeu nas rondas anteriores e pediu desculpa pela sorte que teve.

Que análise se tira daqui? É tão fácil culpar a sorte pelos maus resultados... mas e que tal tentar compreender o que realmente se passou? Bem, eu honestamente não pude testar para o pro tour porque não tinha ninguém qualificado no Porto e tive um exame na semana anterior, de modo que no draft do Pro Tour ainda estava a ler as cartas do terceiro booster... Obviamente não estava perto de estar no meu melhor nível, acho que teria um edge de 10-20% sobre os meus oponentes. Com estes valores não é preciso ter uma variância muito grande para perder 3 rondas, pelo que não considero que tenha tido muito azar no torneio, apenas um pouco de azar que é normal no jogo. O que me preocupa é que já não sei se consigo ter a vontade que tinha para ganhar no magic, já que é um jogo que exige bastante dedicação para estar constantemente no topo, mas só com o tempo posso descobrir. De qualquer modo pode ser perfeitamente o meu ultimo ano a jogar o circuito profissional.