Dois casos de amor ao jogo

quarta-feira, agosto 24, 2011

Nos últimos tempos à medida que o Poker se tornou cada vez mais "mainstream" e cada vez se fala mais em termos de algo competitivo e menos em termos de algo relacionado com os jogos tradicionais de casino, tem havido um fenómeno interessante. É que cada vez mais pessoas dizem que têm amor ao jogo/desporto/modalidade.

Decidi escrever um pequeno post com a minha opinião sobre o assunto.

É errado amar/gostar o Poker? Penso que não, mas é preciso não misturar alhos com bugalhos!

Vou falar de dois tipos de jogadores com motivações diferentes.

O 1º é o jogador recreativo. Este é o jogador que é o pilar da economia de Poker, mas que no entanto, é muitas vezes mal tratado, ou tratado como inferior pelos jogadores amadores que com o pouco que sabem sobre a modalidade se sentem superiores e por alguns profissionais que tenham quocientes de inteligência mais baixos. Estamos aqui a falar da pessoa que costuma jogar no euro-milhões todas as semanas, de modo a manter o sonho do "se ganhar o euro-milhões faço isto, isto e aquilo". A grande diferença do euro-milhões para o Poker para estes jogadores é que no Poker vão buscar uma relação investimento/entretenimento muito melhor e existe a possibilidade de melhorarem ao longo dos tempos, ao passo que no euro-milhões vão ter sempre as mesmas odds com valor esperado negativo.

Agora que já está apresentado o 1º grupo de jogadores, para este grupo de jogadores eu entendo perfeitamente a situação do "amor ao jogo", são efectivamente as mesmas pessoas que vão muitas vezes ao fim-de-semana ver o seu clube a jogar com a camisola do respectivo clube vestida e que efectivamente "Têm amor à camisola.". Aqui desde que se seja sério em relação ao valor que se deposita regularmente, o poker é óptimo e efectivamente é digamos... um amor correspondido, pois o jogador dá o seu amor ao jogo e tem umas horas de entretenimento a um preço aceitável!


O 2º tipo de jogador, é o jogador amador, que tem em vista ganhar "uns trocos" a jogar poker ou até mesmo um dia poder ganhar o suficiente para ser profissional de poker.
Aqui a situação é muito diferente! Aqui o amor ao Poker, vai ser um pouco como estar apaixonado por uma adolescente que não sabe bem o que quer e não vai ser saudável para os vossos corações. Tanto pode correr bem e ganharem o prémio cobiçado, como pode correr mal e "levarem uma tampa" deixando o vosso coração destroçado e as expectativas não correspondidas.
No caso do jogador amador, a realidade é que se quiserem realmente ganhar dinheiro a jogar Poker, é melhor apostarem só uma parte do vosso dinheiro e não o vosso coração, porque é mais fácil recuperar o dinheiro quando se perde, do que recuperar de problemas emocionais.

Deixem um comentário com a vossa opinião, opiniões contrárias são certamente  bem vindas, desde que bem fundamentadas!

Boas cartas e a cima de tudo,  bons amores ;)

------
Até ao final de Setembro se precisares de apoio profissional lê as instruções do "Ask the Pro"!
Venham também jogar comigo no meu HomeGame
Antes de comentarem no blog, por favor leiam o F.A.Q., que podem lá encontrar as respostas às perguntas que tiverem

Também pode gostar de

22 comentários

  1. "é melhor apostarem só uma parte do vosso dinheiro e não o vosso coração"

    Esta é de escritor : )

    ResponderEliminar
  2. Concordo, acho que não devemos sonhar demasiado em sermos como os melhores ou etc.

    Por isso vou jogando poker á medida dos meus limites, e se vir que tenho "jeitinho" pra isto ( claro que para ter sucesso é preciso trabalho, mas se não formos cuidadosos e apostarmos de+ numa certa modalidade e a coisa der para o torto,e tivermos o "coração" nisto) ....


    P.S. - Sou o 2º tipo de jogador xDD

    mas deixa-me perguntar-te uma coisa:

    naquele ano em que ficaste Supernova mesmo no último dia, não achaste que tinhas capacidades e skill para te manter definitivamente neste ramo(o tal coraçao xD)? Contudo, poderias sempre ter perdido o teu dinheiro, e isto correr mal... ;)

    Comenta =D

    Cumps,
    LizardPT

    ResponderEliminar
  3. Ola andre!

    Acho que ainda poderias ter aprofundado mais, ainda assim concordo ctg. Falo por mim que me incluo no grupo de amadores, a tentar construir o meu caminho para a profissionalizacao, lembro-me perfeitamente de pensar o quanto gostava do jogo e o que me divertia a jogar. Hoje em dia encaro de forma diferente, quando vou jogar para mim vou trablhar, as vezes ate sem grande vontade mas vou consciente do que tenho de fazer, agora se for jogar c amigos uma mesa em casa de alguem ai sim consigo voltar a divertir me apenas a jogar poker..Com isto nao tou a dizer que deixei de gostar ou de me divertir, apenas quando vou fazer o meu trabalho vou com seriedade e responsabilidade, nao posso nunca ir-me divertir! Isto tudo para dizer que tudo depende daquilo que queremos e da maneira como vemos e definimos as coisas, consoante os objectivos sabemos os meios necessarios para la chegar, uns objectivos precisam de mais outros de menos, umas pessoas conseguem outras nao, apesar de na minha opiniao ser possivel para toda a gente.. agora resta a cada um ser CONSICENTE e RACIONAL como em tudo na vida. E´´ que o sucesso so vem primeiro que o trabalho no dicionario. abraço e parabens pelo blog + 1a vez

    ResponderEliminar
  4. Obrigado a todos :)

    itaka: de vez em quando saem umas assim :P

    Gonçalo: Entendeste mal o meu post. Eu nunca falei em sonhos, até porque acho que sonhar é bom e não faz mal a ninguém. Claro que criar expectativas irrealistas, já pode ser um problema, mas não é o mesmo que sonhar.
    Em relação à tua pergunta, eu fui experimentando o poker, sem medo de arriscar, mas ao mesmo tempo sem correr riscos desnecessários. Nessa altura do Supernova, já era certo para mim que eu conseguia fazer disto vida, só não sabia quanto podia ganhar, se eram $2k/mes ou $20k/mes. Já era certo, porque já tinha uma amostra bastante razoável em determinados limites que já me permitiam ter um nível de rendimentos necessários para viver. Em relação ao "se isto correr mal...", fazia parte do plano, eu tinha uma estratégia de saída boa. Sou licenciado numa área em que ainda há bastante emprego e se ao fim de um ano de poker a tempo inteiro o poker não funcionasse como esperava, eu ia arranjar um emprego. O importante na minha opinião é ter um plano para todos os cenários bons e maus e seguir o plano à risca.

    Espero ter-te esclarecido, mas se não tiver sido claro em relação a algo ou se tiveres mais questões, está à vontade :)

    p.pereirax: ámen :)

    ninesoup: Sim, mas ter uma mentalidade de lucro enquanto se joga profissionalmente e uma mentalidade recreativa enquanto se joga casualmente não são situações incompatíveis. São situações possivelmente complementares e eu também já fiz isso. Quando me vires numa mesa de cash 8-game microstakes, não é o acoimbra pro que lá está, é mais um fish ;)

    Para concluir, a mensagem do meu post, é que é importante saber-se qual é o objectivo e diferenciar entre querer-se ganhar dinheiro e divertir-se, porque são coisas muito diferentes e a pessoa estourar a banca emocional se não tiver cuidado.

    ResponderEliminar
  5. Exato, eu estava a falar mais daquelas pessoas que sonham bastante com uma coisa, ou seja, vao criar as tais expetativas irreais que a podem afetar emocionalmente se não as conseguir atingir.

    Como disseste aqui, tinhas estratégia de saída ... tinhas expetativas mas tinhas a cabeça no lugar... ;). Acho que é isso que é importante.

    Eu neste momento, consigo conciliar as 2 coisas, pois ainda jogo só micros, pelo que diversão não é coisa que falta :D

    Não sigo á muito tempo o teu blog, estava a ver agr alguns vídeos interessantes, aquele da gestão de banca, interessante mas tenho que perceber melhor a coisa .

    Cumps

    ResponderEliminar
  6. Apostar dinheiro e não o coração era o mundo perfeito.
    Mas é tão difícil separar a emoção do raciocio. Principalmente quando se gosta, pois tornam-se dois mundos dependentes.
    Lá está... como dizes, são amadores.

    ResponderEliminar
  7. Grande, GRANDE post! É uma pertinente e necessária chamada de atenção, para algo que muitas das vezes não é sequer equacionado, acho que tocaste nos pontos certos...

    Ah, e em relação ao último post, eu voto claramente na marca dos 2kk VPPs :D :D

    Gd ab

    ResponderEliminar
  8. Como sempre, very nice post e muito pertinente, especialmente no que me diz respeito já que penso que estou algures entre os 2 tipos, em alguns pontos mencionados e sinto que estou numa transição emocional relacionada com esses mesmos pontos.Tkx, este post veio fazer-me focar ainda mais nessa transição.Entretanto vou esperar pelo fim de Setembro eheh.
    André,se quiseres adiciona-me á tua lista.

    http://mvsgo.blogspot.com/

    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Olá andré desculpa o off topic mas recentemente criei um post na pokerpt que pergunta como jogar em dias de sorte onde quase toda a gente é unânime em dizer que não se deve arriscar mais por nos estar a calhar bem.
    Tu em Maio no poste “mais um recorde” escreves “nos dias em que estou a perder jogo bastante menos do que nos dias em que estou a ganhar.”
    Ainda continuas com esta ideia ???

    ResponderEliminar
  10. Não se trata de uma ideia, trata-se da minha gestão da banca emocional. Efectivamente jogo mais quando estou num upswing e menos quando estou num downswing.

    Isto tem a desvantagem de fazer os downswings durarem mais em termos de tempo. No entanto, quando sinto que a minha banca emocional está debilitada e não vou estar a jogar o meu A-Game, funciona melhor para mim parar, do que estar a jogar pior.

    Claro que se fores um robot e conseguires jogar sempre o teu A-game, joga sempre o máximo de horas possível. Eu como sou humano, tenho que ter a minha estratégia para estas situações.

    ResponderEliminar
  11. O comentário anterior era para o meninho!

    Obrigado a todos pelos comentários :)

    ResponderEliminar
  12. Boas Coimbra.
    Podes-me dizer qual é para ti a melhor forma de rentabilizar os FPPs?
    Neste momento tenho cerca de 10k mas não sei se os jogo em satélites ou se ganho mais e compro um bonus de cash na loja...

    ResponderEliminar
  13. http://3.bp.blogspot.com/-c93RwkbMY_4/TidTNmAXasI/AAAAAAAAA3U/oe2PWI26gfc/s1600/2011-07-19+17.44.21.jpg. A camisola que tens vestida neste fotografia ainda esta a venda na loja?

    abraço

    ResponderEliminar
  14. PedroPita: Para quem não é Supernova+ recomendo jogar satélites

    Diogo: Penso que sim, "Men's Tee Shirt with 3d Spade Logo", custa 900FPPs.

    ResponderEliminar
  15. André podes dar-me a tua opinião?
    concordas ou naem por isso?
    Abraço

    Cashout strategy:

    Pay yourself according to volume, not results.

    Remove the following from your bankroll every time you play these games:

    HU: 2% of your buyin
    STTs: 3% of your buyin
    18-man: 4% of your buyin
    45-man: 5% of your buyin
    90-man: 6% of your buyin
    180-man/MTT: 8% of your buyin
    Also remove all Rakeback/Bonuses earned

    When your total cashouts reach the site's minimum cashout requirements, then cash out as soon as you can.

    Clarifications:

    - If you are a high buyin player, you may be playing a SNG where you are only expected to attain a very small ROI. In that case, divide your expected long-term ROI by 2 and cash out that much per game. For instance, if you are a $320 STT player who expects to make 2% ROI, cash out 1% ($3.30) per game played. That sounds small, but most of your income is coming from rakeback/bonuses anyway.
    - For hyper/superturbo SNGs, only remove 1.5% per game.

    ResponderEliminar
  16. André podes dar-me a tua opinião?
    concordas ou naem por isso?
    Abraço

    Cashout strategy:

    Pay yourself according to volume, not results.

    Remove the following from your bankroll every time you play these games:

    HU: 2% of your buyin
    STTs: 3% of your buyin
    18-man: 4% of your buyin
    45-man: 5% of your buyin
    90-man: 6% of your buyin
    180-man/MTT: 8% of your buyin
    Also remove all Rakeback/Bonuses earned

    When your total cashouts reach the site's minimum cashout requirements, then cash out as soon as you can.

    Clarifications:

    - If you are a high buyin player, you may be playing a SNG where you are only expected to attain a very small ROI. In that case, divide your expected long-term ROI by 2 and cash out that much per game. For instance, if you are a $320 STT player who expects to make 2% ROI, cash out 1% ($3.30) per game played. That sounds small, but most of your income is coming from rakeback/bonuses anyway.
    - For hyper/superturbo SNGs, only remove 1.5% per game.

    ResponderEliminar
  17. desculpem a repetição foi engano meu.
    Mas gostava de ler as opiniões dos players
    Abraço

    ResponderEliminar
  18. Continuação e conclusão

    When used together, over time, the Bankroll Management and Cashout Strategy will:

    - Keep you playing at or near your optimal level. You won't have to decide what games to play. The system will do it for you.
    - Ensure that you are beating the games at a high enough ROI to continue to play them. For instance if you maintain a 3% ROI at the $27 18-mans, although you are winning, you will be cashing out too much money (4%) to stay at that level, and the system will drop you back to the $16 level, where you will make more money per game.
    - Keep you from facing high % fluctuations in your bankroll so your mindset is good.
    - Have you making frequent cashouts no matter what your results are. This stops the endless cycle that some people have of moving up and moving down, but never cashing out!
    - Allow you to plan. Your income will be easily predicatable. For instance, if you are going to play 100 $27 18-mans today, you know you will cash out exactly $108, no matter how you do.
    - Encourage you to increase your volume.
    - Give you the opportunity to take an occasional shot at a bigger event and chase your dreams.

    ResponderEliminar
  19. chipibastard: Eh, podias ter metido o link para o artigo da jennifear em x de escrever tudo :P

    Por um lado, desde que a % de cashout por torneio seja inferior ao roi esperado numa determina amostra grande o suficiente, a estratégia é razoável e PENSO que será melhor para a maior parte dos jogadores, do que a estratégia que adoptariam.

    Qual é o problema desta estratégia?
    Imagina um jogador de 18 anos, que vive com a mãe e só precisa de dinheiro para sair à noite e pouco mais e por outro lado, imagina um jogador de 40 anos, que tem 3 filhos e uma esposa que está desempregada...
    Se ambos estiverem a usar esta estratégia, estão ambos a serem prejudicados. No caso #1, o jogador devia fazer o mínimo de cashouts possível, para optimizar ao máximo o crescimento da banca, até porque é novo e se "perder tudo" é relativamente fácil reconstruir. No caso do pai de família, o objectivo devia passar por retirar algo do tipo 80-95% do lucro esperado.

    Espero ter ajudado com a minha opinião :)

    ResponderEliminar

Posts Populares