O que é que eu fiz?

domingo, agosto 28, 2011

No dia 27 de Julho perguntei aos leitores o que fariam nesta situação:


Depois no dia 19 de Agosto perguntei o que fariam nas seguinte situações:


Agora vou explicar o que eu fiz e porquê.

#1: Optei pelo fold. Lembro-me de um caso muito semelhante em termos de grandezas de stacks no bubble onde era preciso algo do género 80% ou 90% de equity e simplesmente não a vou ter com top pair, mau kicker.

#2: Esta situação do género Short->Chip Leader->2nd é muito frequente e o jellycz sabe que eu não posso dar call com muitas mãos, pelo que é a altura ideal para vir buscar fichas a um custo extremamente barato. É difícil metê-lo num range, porque 100% deve ser correcto, mas não sei se ele o faz. No entanto, vamos considerar algo do género 80% como alguém sugeriu nos comentários.
Neste tipo de situações SC2 (short->CL->2nd), onde o bubble factor é muito alto(O 3º não ganha nada e o top2 ganha o mesmo) é quase sempre incorrecto dar call de AK (chocados?), isto, porque contra ranges do género 80-100% das mãos, AK tem muito menos valor do que pares, chegando até a haver casos onde é correcto dar call com 88 e optar pelo fold com AK!
Neste caso em particular, como ainda temos 20BB+, eu penso que TT seja um fold e o range correcto seja algo do género JJ+ ou QQ+, pelo que optei pelo CALL.

#3: Acho que a pior opção aqui é o call. Isto, porque imaginemos que fazemos call, o Hitchcock faz fold, o Nyx86 check e o flop vem Kxx, Axx, ou algo relativamente "wet" tipo 789 ou assim, que fazemos? É uma situação horrível, porque se optarmos pelo fold a seguir estamos all-in e passámos de um spot onde iamos ganhar o torneio pelo menos 50% das veze

------
Até ao final de Setembro se precisares de apoio profissional lê as instruções do "Ask the Pro"!
Venham também jogar comigo no meu HomeGame
Antes de comentarem no blog, por favor leiam o F.A.Q., que podem lá encontrar as respostas às perguntas que tiverem

Também pode gostar de

0 comentários