brumm brumm brummmmmmm

Já tinha falado da experiência da carta até ter passado no código, faltava falar sobre a parte da condução!

 

Tirei a carta na escola de condução do grupo de Segurança Máxima na Gare do Oriente. Eles tinham uma promoção em que se se pagasse logo tudo, ficava em €450. Muito barato mesmo...!



Antes de se fazer o exame de código, tem que se ter algumas aulas de condução. Nesta escola, essas aulas foram todas no simulador, excepto duas que foram sentados no carro a rever a matéria teórica e a falar sobre o carro.

Ou seja, não pegamos mesmo num carro antes do exame de código. Eles acabam por poupar ainda bastante dinheiro com estas aulas no simulador, visto terem apenas um instrutor para cada dois simuladores. Ou seja, poupam nos veículos e nos instrutores.



Depois faz-se o exame de código e quando o aluno passa é que o pesadelo começa...

Eles na escola já têm o horário das aulas de condução cheias para 2 ou 3 semanas seguintes e não deixam marcar mais do que 3 ou 4 aulas duplas (no mesmo dia). Isto implica que com os tempos de marcação de exames, aulas de condução e fazer o código, é impossível tirar lá a carta num mês e talvez mesmo em dois...



Ao inicio, eu ficava um bocado chateado com as senhoras da secretaria, porque achava que não me queriam marcar "o raio das aulas", mas à medida que fui passando algum tempo na secretaria para marcar aulas/exames, etc apercebi-me que era assim para todos os alunos.

Penso que a escola tenha cerca de 1400 alunos (ouvi dizer...) e simplesmente não tem instrutores/carros suficientes para o número de alunos. recusar alunos por falta de capacidade...? "nahhh".



Voltando onde estava..., depois de marcar as aulas de condução, passam cerca de 2-3 semanas desde que se passou no código, o que faz 3-4 semanas desde as aulas de simulador, ou seja, estamos quase de volta à estaca zero...

Quando estava quase a terminar as aulas de condução obrigatórias,  o meu instrutor achava que eu ainda não estava pronto para o exame e comprei mais 5 aulas (+- €100). Depois fui marcar o exame e o sistema de marcações também não é brilhante. Eles básicamente tentam fazer um "matching" entre dois alunos da escola que queiram fazer o exame, conduzam o mesmo carro, possam fazer o exame na mesma hora e que haja vaga no centro de exames.

BOOOOOOM

Mais tempo à espera...



No primeiro exame, ainda tinha imensas falhas na condução. Mas, o que correu mesmo mal, foi quando estava numa subida nos Olivais e a examinadora manda-me fazer uma mudança de direcção à esquerda. Eu à esquerda só via o traço contínuo e não sabia o que fazer, até porque ali nunca tinha feito a tal manobra. Fui seguindo em frente e não vi onde é que era para mudar de direcção, pelo que a examinadora mandou-me virar à direita, fiz duas rotundas e voltei ao mesmo sítio. Desta vez fui mais devagar para ver se descobria o tal sitio para a mudança e acabei por ver onde era já depois de passar por ele. Basicamente, havia um tracejado já super apagado onde passava um carro, ao lado do traço contínuo e se olhasse para a esquerda um bocadinho antes do sítio também via a seta azul para ser contornada na mudança de direcção. Nisto sigo em frente e lá fiz as duas rotundas outra vez para repetir a mudança de direcção, mas desta vez houve um táxi que já ia dentro da rotunda (é uma esquisita), mas que eu não tinha visto e nos espelhos não aparecia que ia tipo a passar por trás de mim e eu não cedi passagem...



À terceira vez, fiz a mudança de direcção correctamente, mas depois daquilo tudo já não conseguia pensar direito e falhei mais duas cedências.

Após reprovar, fui à escola marcar mais 5 aulas e o exame (€200), que para fazer novo exame tem que se marcar 5 aulas. Se não estou em erro, fiz o exame 3 semanas depois do 1º, embora tenha tentado marcar o mais cedo possível.

No 2º exame ainda estava a conduzir pior do que no 1º, porque tive cerca de duas semanas sem conduzir e depois 5 aulas não deu para ganhar o à vontade com o carro.

Voltei a reprovar, por causa de uma mudança de direcção à esquerda que fiz na 1ª via, quando havia duas vias no mesmo sentido e só se podia fazer a mudança na da esquerda.

Para o 3º exame, lá fui outra vez à secretaria, e voltei a marcar 5 aulas mais o exame (€200). Quando me telefonaram com a data do exame, fui lá para comprar mais 5 aulas (€100). É que quis saber a data do exame antes de marcar mais aulas e tenho ideia que quando compramos assim aulas "avulso" eles facilitam mais com os horários, mas pode ser só impressão minha.



Ah..., devem-se estar a perguntar como é que eles marcam aulas assim quando têm tudo cheio para 2-3 semanas? É que quando vamos comprar aulas extra eles desmarcam de alunos que só pagaram os €450 iniciais e mudam as desses alunos para outros dias...

Fiz as minhas 9 aulas e finalmente senti que estava realmente preparado para o exame, talvez pudesse ter um bocado mais de experiência, mas as bases estavam lá.

Chegando ao dia de ontem, como tinha receio de não conseguir dormir bem por causa da ansiedade, meti o despertador para as 12:30 e fui-me deitar por volta da meia-noite. Realmente dormi um bocado mal, mas também como só me tinha que levantar às 12:30, foi tranquilo e deu para descansar. Às 13, fui fazer a 10ª aula, que consiste em fazer um percurso e levar o carro para o centro de exames.

Se não passasse hoje, já não tirava a carta tão depressa, porque o meu código expira no próximo mês (dura 6 meses) e agora com o SCOOP não ia mesmo dar. A Katerina achava que eu devia ter mudado de escola depois do 2º exame, mas eu não queria estar a fazer o código outra vez a menos que fosse necessário e combinei com ela que ia tentar mais um exame e 10 aulas, e que se não conseguisse passar, mudava de escola.

Estava uma pilha de nervos!

O exame correu bem, embora estivesse sempre a tremer por todos os lados com medo de fazer asneira. Cometi 6 erros "leves", mas acho que só se reprova com 14 ou 15, portanto deu para passar. No final do exame, a senhora perguntou se estava com medo dela, porque estava mesmo nervoso, e disse-lhe que não, que até tinha sido muito simpática, só que já era o terceiro exame. Depois disse-me que eu tinha feito o exame de forma super minuciosa!



Em relação à escola, o que me apercebi, foi que as senhoras da secretaria não têm culpa nenhuma do sistema das aulas e elas dentro do que podem, tentam ajudar os alunos. Os instrutores também me deixaram uma boa impressão e pareceram-me porreiros, embora eu se trabalhasse o que eles trabalham não sei se conseguia ter tão bom humor, porque fazem todos os dias 8 horas de trabalho, mais 3-4 horas extra...

A carta ficou-me por cerca de €1050, mas no meu caso, o que saiu mais caro, foi mesmo o stress e o tempo que gastei nas aulas, quando muitas dessas horas podiam ter sido passadas a trabalhar e seriam desnecessárias se não houvesse tanto tempo de espera.

Eu não vou dizer a ninguém para ir ou deixar de ir para esta escola, mas acho que a publicidade da "carta por €450" é um pouco enganosa, porque duvido que a percentagem de aprovação à 1ª nestas condições seja alta.

Em relação a carro, já tinha comprado há uns meses um carro em segunda mão com cerca de 2 anos, mas prefiro manter os detalhes em privado. É a Katerina que o tem conduzido, mas a partir de amanhã....

"brumm brumm brummmmmmm"

Recordes, poupanças e desabafos

Quando penso no meu último Maio, lembro-me do quão bem correram os satélites que decorreram durante o SCOOP. Mas, parece que já foi há uma eternidade que bati pela última vez o meu recorde de "melhor mês de sempre".

Hoje venho falar de 2 recordes, mas infelizmente não são algo que me traga alegria...

Este Março que acabou a semana passada, foi o meu pior mês de sempre no Poker e Abril não começou melhor...

Dia 2 de Abril foi o meu pior dia de sempre no Poker!

Vou referir um pequeno excerto do livro que ando a ler agora:

"If you work in a randomness-laden profession, as we see, you are likely to suffer burnout effects from constant second-guessing of your past actions in terms of what played out subsequently." 

- Nassim Nicholas Taleb  ("The Black Swan")

Tenho sentido na pele o que o autor do livro se refere e acho que o pior nem é isso, mas as consequências...

Como acabo por dormir pouco/pior durante a noite..., depois ando mais cansado durante o dia e torna-se mais difícil atingir um nível de concentração aceitável. Isto por sua vez prejudica os resultados e como podem imaginar, o sono durante a noite não melhora à medida que as coisas pioram, criando assim um ciclo perigoso...

Quando durmo mal, acabo por: jogar mal, conduzir mal, não conseguir treinar em condições no ginásio e por vezes, acabo por até ser desagradável para quem está à minha volta.



Podia ter começado a tomar qualquer coisa para dormir, mas do que li sobre o assunto não me parece ser grande solução. Também podia ter tirado uns dias de férias, mas se quero fazer 2 milhões de VPPs este ano, não posso dar-me a esse luxo agora. Então, comecei a organizar o meu horário de forma diferente. Nada de ginásio nos dias em que é para trabalhar, ou logo antes das aulas de condução e tenho jogado 3 dias por semana.



Sou por natureza optimista e ao inicio do dia há sempre a esperança que com o novo dia, as coisas mudem e comecem a correr melhor. E que palavra tão portuguesa, ESPERANÇA! No entanto, as coisas às vezes continuam a correr tão mal como dantes, ou ainda pior e é preciso aceitar que as coisas podem não melhorar antes de piorarem.



Se olharem para o gráfico de cima, vão ver que até ao dia de hoje, estou a perder este ano cerca de $70k pré-rakeback e cerca de $3.7k pós-rakeback. Sendo que estou a assumir 68% de rakeback, que vem da equivalência às milestones, cash-bonus e stellar rewards atribuídas aos jogadores de estatuto Supernova Elite. Eu sei que $3.7k é muito dinheiro para a maioria dos leitores, mas face aos níveis em que eu jogo, vamos dizer que é "break-even" no meu caso para simplificar um pouco a questão.



Basicamente são 3 meses sem ganhar dinheiro. Não é que eu passe fome, nem nada do género, porque eu tento ter sempre alguns meses de despesas de parte para o caso de algo do género acontecer. É fundamental prepararmo-nos nas fases boas para as fases más (história da formiga e da cigarra). Isso permite-me aguentar tempos mais inóspitos e não forçar a minha banca do Poker durante os downswings mais violentos.



No entanto, as minhas poupanças infelizmente também não duram para sempre e tenho estado a considerar qual é o ponto em que vou descer de limites. Neste momento, o meu plano é descer se estiver a perder pré-rakeback 300 buy-ins do meu stake mais alto, ou seja $107K. É uma decisão difícil para qualquer um dos lados, porque por um lado, se descer, arrisco-me a diminuir substancialmente o meu potencial de ganhos, mas por outro lado, se não descer, arrisco-me a danificar a minha banca.

Se tiver que descer, vou ter que alterar radicalmente o meu horário e jogar o dobro ou o triplo das horas que tenho estado a jogar para conseguir obter o objectivo dos 2 milhões de VPPs. Descer e trabalhar mais não me assusta, o que me assusta é a possibilidade de estar a descer se ainda for vencedor nos stakes mais altos. Mas, a minha percepção daquilo que se está a passar é limitada e tenho que tomar decisões com ela.

É nisto que tenho estado a pensar nas últimas duas semanas e não tenho tido grande vontade de escrever sobre o assunto, daí não ter escrito nada e peço desculpa aos meus leitores por isso.

Uma Santa Páscoa para todos os leitores!

1 de Abril

A PokerStars costuma ter sempre uma promoção no dia 1 de Abril e hoje não foi excepção!

Se são SilverStar+ e têm mais de 500 FPPs na conta, espreitem:



Podem trocar os vossos FPPs por estes items até ao final do dia!

Não vos prometo que recebam a Voodoo Doll da PokerStars, mas recebem um bónus de dinheiro.


  1. Candle $8 por 500FPP

  2. Session Timer $16 por 1000 FPP

  3. VooDoo Doll: $24 por 1500 FPP

  4. Three Course Meal in a Pill: $32 por 2000 FPP


É o mesmo rácio que eles oferecem aos Supernova+ nos bónus de $4k, portanto aproveitem!!!