Meia Maratona de Lisboa

Um dos objectivos que defini no início do ano foi correr uma maratona.

Muito sinceramente não tenho muito jeito para correr e a maior prova que tinha feito antes de 2014 tinha sido a Corrida do Tejo (10KM) há quase dois anos atrás, pelo que tinha/tenho muito trabalho pela frente para atingir este objectivo!

A primeira coisa que fiz no inicio do ano foi pesquisar no google "Como correr uma maratona" e o primeiro resultado que encontrei foi a página do Carlos Fonseca. Tenho seguido o plano para "atletas estreantes" à medida que posso, sendo que na maior parte das vezes acabei por correr 3x/semana em vez de 4x/semana, mas tem aparecido muito trabalho inesperado na forma de entrevistas, artigos, etc e acabo por dar prioridade ao trabalho sobre este meu hobby.

De resto tenho estado a ler o "Daniel's RUNNING Formula".

O autor fala sobre as suas conclusões de anos de pesquisa e preparação de atletas de vários níveis de competência, incluindo alguns atletas olímpicos.



Para a Meia-Maratona o meu objectivo era terminar a prova a correr, sendo que a minha velocidade alvo era 9-10KM, já que era a velocidade que consegui nos treinos com alguma consistência.

Deixo-vos aqui os dados da minha prova gerados pela aplicação do Runkeeper.

1966274_602943949794578_1708012871_o

 

A maior distância que tinha conseguido antes da prova tinha sido 16KM, pelo que o salto para os 21KM não foi trivial! A prova começou relativamente mal, já que estavam muitas pessoas a caminhar na ponte e os primeiros quilómetros foram uma verdadeira corrida de obstáculos onde me tentava desviar dessas pessoas. Depois de sair da ponte já havia uma divisão entre as pessoas das caminhadas e quem queria correr, pelo que foi um grande alivio poder correr à vontade!

Nesta altura a minha preocupação era não me cansar demasiado para não quebrar mais tarde, pelo que fui a uma velocidade onde me senti confortável  e ia vendo as outras pessoas a passarem por mim.

Atingindo os 16KM ainda me estava a sentir bastante bem, acho que a adrenalina da prova mais a constante hidratação graças às águas que a organização oferecia de 2 em 2KM deu para continuar depois de ultrapassar o meu recorde pessoal anterior.

Nos 4KM seguintes continuei a sentir-me bem e nesta altura já reconhecia algumas caras que tinham passado por mim há uns quilómetros atrás a correr, mas que agora iam a andar!

No último quilómetro já senti realmente o cansaço, e já me doía o corpo todo, mas não ia desistir quando faltava menos de 5% da prova...

IMG_0810

(Eu com a minha irmã depois da meia maratona)

Agora tenho que ver o calendário de corridas na zona de Lisboa e escolher quais vão ser as provas que vou utilizar para me ir testando até à Maratona de Lisboa.

A nível de treinos, quero começar a introduzir alguns treinos diferentes para começar a trabalhar na velocidade.

Já agora... um pequeno desabafo:

Às vezes ouço amigos/familiares a falarem em sair, mas acabam por ir a sítios fechados como centros comerciais, lojas, etc. Pessoalmente acho cada vez mais aborrecido estar fechado nesses centros de consumo e gosto muito mais de ir correr no parque, sentir as árvores, o vento na cara, às vezes chuva, etc. Basicamente sinto-me muito mais vivo e a verdade é que mesmo correndo algumas vezes à chuva este ano, ainda não fiquei doente!

No ano passado com o desafio e as sessões enormes de torneios, passei imenso tempo fechado, fiquei algumas vezes doente e senti muito a falta deste contacto com a natureza!

 

Balanço de Fevereiro



No inicio de Março acabei por gastar algum tempo a dar entrevistas e a tratar da parte mais mediática do meu trabalho, pelo que acabei por me atrasar um pouco no post sobre o balanço do mês passado.

De qualquer modo, sem mais demoras, vou tentar resumir Fevereiro!

Torneios


O foco do meu trabalho em Fevereiro foi nos hypers, mas acabei por jogar o freeroll dos Supernova+, alguns torneios do TCOOP e torneios onde me esqueci de fazer un-register depois de ganhar um satélite.

Normalmente nem falaria dos torneios mas acabaram por ter bastante impacto no resultado mensal, tendo um lucro de $3857 neste formato que tanto joguei o ano passado!



O 1º resultado relevante foi no Sunday 6-max, que joguei porque me esqueci de cancelar a inscrição no torneio depois de ter ganho um satélite.



Eu costumo acabar a minha sessão no máximo à meia-noite e acabei por jogar este torneio até quase às 5 da manhã, pelo que foi uma esticão grande no meu horário de trabalho e condicionou um pouco os dias seguintes, mas… um prémio de $2902 compensa isso tudo!



O 2º resultado foi no torneio trimestral VIP dos Supernova+, onde ganhei $2800 e se não tivesse tido um grande azar tinha ganho $4500!

Na última mão do torneio já só restavam 3 mesas e eu estava com as 3 abertas para ver a acção, já que mal um jogador fosse eliminado numa das outras mesas eu ganhava automaticamente $1700. Se calhar muitos pros de torneios dizem que estes saltos de premiação não são importantes e que é preciso é concentrar-me em acumular fichas para a mesa final, mas eu gosto de ter a informação do que se passa nas outras mesas…

Às vezes há situações onde tenho uma mão que é relativamente marginal para colocar o meu torneio em risco e se houver uma forte possibilidade de um jogador ser eliminado numa outra mesa, prefiro esperar por uma situação melhor e "arriscar" ganhar o dinheiro extra de subir um lugar na premiação automaticamente. Um lugar aqui, um lugar acolá, ao fim de um ano tudo somado dá muito dinheiro!

De qualquer modo…, estávamos a jogar mão por mão e eu tinha um par médio (77 ou 88) e acabei por ir all-in ao mesmo tempo que outro jogador com menos fichas que eu foi all-in noutra mesa. Eu levei call de QQ e ele também com uma mão como a minha levou call de JJ). Aqui para subir um lugar bastava que ou eu ganhasse ou o outro jogador perdesse, pois se formos eliminados ao mesmo tempo quem tem mais fichas no início da jogada é que sobe na premiação. Infelizmente o meu par perdeu e o dele ganhou, o que é muito azar!

Dito isto, $2800 num freeroll foi um excelente resultado para mim e mais do que compensou o tempo que gastei a jogar o torneio!


Hypers


Nos hypers foi o primeiro mês completo que joguei este ano e consegui um volume de 8644 sit-n-gos e um lucro de $1388.

Também gastei $13K em rake, o que em Recompensas Estelares VIP, Bónus de Recompensas VIP e Créditos Cash Milestone, dá um retorno de cerca de $8.8K



Tudo junto foi um excelente mês a nível de lucro!

A nível de VPPs acabei o mês com 73K, que não é brilhante, mas eu passei bastante tempo a estudar, a trabalhar no meu jogo e também não joguei jogos com 5 jogadores bons só para ganhar pontos como vejo muitos jogadores a fazerem, pelo que estou bastante satisfeito com o resultado.

A maior parte dos meus pontos este ano vão ser feitos durante Abril e Maio. O plano é meter um volume grande quando houver os satélites do WCOOP!


Conteúdos


Fiz alguns vídeos sobre como utilizar o Holdem Manager em Português para os meus seguidores e pretendo continuar a fazê-los quando tiver algum tempo disponível.

Depois quando terminar esta série de vídeos, vou escrever um post sobre eles e coloco-os numa playlist.

Entretanto ficam aqui com os links:

Em relação ao meu livro sobre torneios, ainda não o comecei a escrever…

Tenho estado a ler um pouco sobre como escrever/publicar livros, para estar melhor preparado quando começar, mas penso que só vou começar a escrevê-lo no 2º semestre do ano, quando já estiver mais à vontade nos hypers e os jogos estiverem mais parados.

Revista J - "CASAL DE SUCESSO"

paginaJ_comKat

Reportagem RTP

rtp

No telejornal da RTP da hora de almoço de dia 6 de Março saiu a notícia* da minha doação de €50K à APPACDM de Penacova.

Podem ver a notícia completa no site da RTP.

*Eu doei a totalidade da verba.

Reportagem CMTV

Deixo-vos aqui uma reportagem da CMTV sobre o meu desafio e a instituição para onde reverteu o dinheiro!



cmtv