Grande Entrevista: RuiNF

domingo, julho 15, 2018

Como tinha dito no último post, esta semana tive a a oportunidade de entrevistar o RuiNF e recomendo que vejam o vídeo!

Quando convidei o Rui para uma entrevista, não sabia se ele ia aceitar, porque ele está com mil projectos importantes e sei que o tempo dele é muito precioso.
Fiquei tão surpreendido como contente quando ele me respondeu com um snap-sim!

No dia da entrevista ele tinha 4 horas de sono e mesmo depois de ter feito uns 500KM de carro não deixou de aparecer. Grande grinder!

Se ainda não tiveram a oportunidade de ver o vídeo com a entrevista, recomendo que vejam! São 3 Horas de coaching que se fossem pagas provavelmente valeriam mais de €1000...

Eu vou partilhar o que retive sobre a entrevista do Rui e peço a quem já viu que deixe um comentário com a opinião sobre a entrevista e com o que reteve, de modo a aprendermos juntos!

Sobre o Rui...

Sistema

Ao longo dos anos ele focou-se sempre em melhorar todos os dias, seleccionando mãos enquanto jogava e revendo-as no Holdem Manager antes das sessões. No inicio da carreira, ele teve sempre a coragem de enviar questões sobre mãos onde tinha dificuldades a alguns jogadores de topo Portugueses.

  1. Nunca teve medo de perguntar a alguém que ele respeitava.
  2. Nunca ficava uma mão importante por rever! 
  3. Nunca ficava uma oportunidade de aprendizagem desperdiçada!

Software

Hoje em dia ele usa apenas 3 ferramentas:

  1. Holdem Manager para jogar.
  2. ICMIZER para estudar situações de Allin/Fold.
  3. PioSolver para o resto.

Motivação

Quando as coisas corriam mal, motivava-se a pensar no tipo de trabalho que ia ter que fazer se o Poker não funcionava, lembrando-se que ainda não tinha feito o 12º e que ia ser uma vida bastante mais dura!
Optou por ainda não comprar casa, porque não queria sentir-se confortável. O objectivo era manter um certo desconforto que o mantém com uma constante fome de melhorar!

Polarize Poker

Hoje em dia gere uma das melhores equipas de Poker do Mundo (Polarize Poker), onde o critério para selecção é volume de jogo e atitude. Ele diz que é relativamente fácil pegar num jogador que joga um volume grande, corrigir 2 ou 3 falhas e torná-lo muito mais rentável.

Relativamente à atitude, valoriza mais manter a cultura de aprendizagem e respeito do grupo do que ter jogadores rentáveis.

Poker em 2018

O Rui não recomenda hoje em dia um novo jogador começar a jogar profissionalmente porque os jogos estão mais difíceis. No entanto, ainda acredita que é perfeitamente possível começar do 0 e ser ganhador hoje em dia. Deu o exemplo do seu primo que teve 6 meses muito duros de muito trabalho e pouco retorno, mas depois rapidamente deu o salto para jogador de topo.

Próxima Entrevista

Na próxima quarta-feira (18-07-2018) vou ter a oportunidade de entrevistar o Ivanildo Gomes!
Ele já representou Portugal em competições internacionais de videojogos, leva as artes marciais a sério, é um dos pais mais dedicados que conheço e tem conseguido ser um dos melhores Portugueses nos Cash-Games na última década!

Qual é o segredo? Vamos tentar descobrir na quarta-feira!

Também pode gostar de

0 comentários