2ª Semana SECOOP

terça-feira, novembro 20, 2018

Desculpem o atraso deste post, mas estive fora uns dias e sem computador, pelo que só agora é que me consegui sentar a escrever!

Já tinha falado sobre a 1ª semana do SECOOP, que foi marcada por um 13º lugar, vou agora falar sobre a 2ª semana! 

Desta vez o melhor resultado foi um 10º lugar num torneio de €50 6-max Turbo onde ganhei €512.76.


Acabei por ser eliminado num Q6o vs KTo.
Pode parecer estranho estar a colocar o nosso torneio em risco com uma mão tão fraca como Q6o nesta altura do torneio, mas é uma jogada bastante rentável!

Isto, porque já temos poucas Big Blinds e as vezes que vamos ganhar o Pot quando o adversário desiste, combinadas com as vezes em que o Q6o ainda ganha a mão quando levamos call, compensam as vezes em que perdemos!

Para além deste 10º lugar, houve também uma deep run num €100 Ultra-KO 6-max, onde acabei em 36º e ganhei €320 em bounties.

Neste torneio acabei por ser eliminado com AKs vs AA, onde começámos com cerca de 80 Big Blinds e fomos all-in no River quando fiquei com Top Pair, Top Kicker.

Aqui embora seja uma jogada rentável, é questionável se será mais rentável fazer 4-bet pré-flop ou fazer check/raise no Flop ou no Turn.
Confesso que não tenho feito muitas 4-bets, nem tenho feito muitos check-raises no flop ou no turn, sendo que são ambas situações onde tenho que trabalhar um pouco e definir uma estratégia.

Emoções

Acho que ainda não tinha escrito sobre isto, mas uma das razões porque decidi voltar a jogar Poker é porque acho que é um jogo muito completo a nível emocional e uma excelente plataforma para desenvolver competências nesta área.

O streaming para mim acaba por amplificar esta componente emocional...
As emoções positivas são mais fortes e as emoções negativas são também mais fortes comparativamente com jogar fora do stream.

No caso destas deep runs, é fantástico estar a jogar com pessoas a torcerem por mim e a acompanharem.

Já quando as coisas correm mal, torna-se um pouco mais frustrante do que o normal. Acho que ninguém gosta de ficar mal na fotografia e as inseguranças são certamente ampliadas com audiência.

Temos que ver no entanto as inseguranças pelo que elas são...: uma ferramenta de feedback! No caso do SECOOP para mim, ficou bastante claro que a nível técnico estava a jogar muito acima do meu nível de conforto e que há vários aspectos do meu jogo em que tenho que trabalhar!

A solução para a insegurança, não é estar com afirmações positivas, estar ao espelho a dizer que somos os melhores ou algo do género. Isso são calorias vazias...

A solução é estudar e trabalhar nestas áreas onde me sinto desconfortável!

Que é o que pretendo fazer em 2019...

Conclusões

Foi uma experiência bastante intensa e interessante, onde aprendi bastante.
O feedback que recebi dos meus seguidores foi bastante positivo e foi fantástico ter centenas de pessoas a seguir o meus streams durante algumas horas!

Quero agradecer a todos os que apareceram nos streams nestas últimas semanas e me acompanharam nesta aventura!
Foi muito bom ver as mesmas pessoas todos os dias com boa disposição e uma enorme vontade de jogar e falar sobre Poker!

Quero também agradecer ao PokerNews Portugal e ao PokerPT por terem metido o stream na página principal deles.

E um agradecimento final às pessoas que trabalham na PokerStars Portugal pela oportunidade de promover esta série de torneios!

Também pode gostar de

0 comentários